Quantidade de leitores do nosso Feed

Receba nossas novidades digitando e cadastrando seu e-mail:


1 usuário navegando nesta página. Usuários: , 1 visitante,

Mensagem de Natal compartilhada

Chegam as festividades de Natal, as famílias costumam se reunir e, às vezes, alguém gosta de ler um texto que fale dos sentimentos natalinos. Daí, tive a idéia de compilar dois textos recentes que escrevi em um só, fazendo alterações de forma que possa ser lido – suponho – para qualquer público que acredite em Deus e no que Jesus nos ensinou. Eis:

Natal Todo Dia!

Todo final de ano percebemos como mudamos (nem que seja um pouquinho) nossa forma de nos relacionar com o próximo. Ficamos mais sensíveis às dores do outro, nos importamos mais com as dificuldades do outro, sejam materiais ou imponderáveis. Afinal, está chegando o Natal, festa em que a cristandade comemora o nascimento de Jesus, o Cristo.

Esta data dispara a vontade de ajudar, sejam crianças nos orfanatos, idosos nos asilos e moradores de rua, sejam instituições que ajudam as camadas mais desassistidas da população. Descobrimo-nos capazes de espalhar alegria e recebê-la de volta também. Tudo isto inspirado no Amor que em algum nível registramos vindo do Cristo.

Muito é feito no mês de dezembro. Parece magia de uma noite de Natal. Parece que nos outros meses a maioria voltamos a ser solidários em potencial, até chegar um novo dezembro para pormos em prática o estado de amorosidade.

O Natal faz com que as pessoas se sintam autorizadas a se abraçar mais, a se cumprimentar mais (até mesmos os estranhos). Regamos a semente que já possuímos de ser e falar de modo mais manso. Conseguimos arranjar um tempinho na agenda para estar em doação.

Afinal, o que é um natal? É um nascimento de alguém, um natalício.

Já o Natal é a comemoração  pelo nascimento de Jesus, o Cristo, há mais de dois mil anos, por Ele ter sido quem foi e por ter trazido a mensagem do Amor Universal, para ser vivenciada na prática, por nós que nos consideramos cristãos.

Culturalmente, o Natal é período de troca de presentes e cartões, de ceia especial em família tendo o peru como prato principal, de músicas com sinos, casas decoradas com árvores, pisca-piscas, guirlandas, presépios etc. Ainda tem a figura do Papai Noel – o Bispo Nicolau, que nasceu em 280 D.C., na Turquia e foi um bom homem que deixava saquinhos de moedas nas chaminés dos pobres.

Fomos ensinados que cada Natal é a esperança de um mundo melhor, mais fraterno, mais amoroso. Mas parece que a melhoria das pessoas fica restrita às semanas que antecedem o Grande Dia. Passada a noite do Natal, vai-se embora, lentamente o mundo de fraternidade e de amor. Por que isto acontece? Por que deixamos isto acontecer?

O que pode ser feito para mudarmos isto? O que é preciso para que carreguemos os bons sentimentos natalinos o ano inteiro e que tenhamos atenção para o que é importante os 365 dias ininterruptamente?

A pergunta que merece sincera resposta: Por que só no Natal somos assim?

Nosso desafio é fazer o Natal acontecer todos os dias do ano. Podemos fazer. Façamos então a parte que nos cabe e transformaremos o Planeta, para sempre.

E para isto, é preciso que haja um outro tipo de natal, um outro nascimento. E não é de Jesus – que já nasceu, foi morto e ressuscitou há mais de dois mil anos.

Este outro nascimento – que permitirá estender os bons sentimentos em qualquer época do ano – é a tarefa interna e individual de acender a Luz do Cristo que há em cada um de nósé sentir a Luz e fazê-la brilhar como testemunho vivo da conexão com a Fonte da Vidaé estagiar no Reino dos Céus já aqui na Terra. Em um nascimento deste, cada um é o parteiro de si mesmo e será preciso cuidar bem deste “recém-nascido” para que ele viva e cumpra seu destino.

Qual papel que cabe a cada um, hoje, no aqui-agora da existência?

Fazer nascer um novo ser humano fraterno, amoroso, sereno, alegre, afetuoso e que estas qualidades se traduzam em atitudes, ações e gestos. Este é o melhor dos presentes que possamos dar ao Aniversariante e a nós mesmos. De dezembro a dezembro. Está ao nosso alcance vivenciar o Natal todo dia. Depende de nós querermos, com afinco e amor!!!

Feliz Nascimento do seu Cristo, da sua Luz e que possamos deixá-La brilhar agora e para todo o sempre!!!

Que assim seja!!!

(Por Janio Alcantara)

    This entry was posted in Reflexões and tagged , , , , . Bookmark the permalink. 31.874 visualizações.

    5 Responses to Mensagem de Natal compartilhada

    1. Anônimo says:

      E muito pequeno demais ohohohohoh

    2. Diva says:

      Profunda reflexão.
      Ameiiiiiiiiiiii.

    3. Cidrão Guedes says:

      Sensacional, meu caro Janio, muito oportuno.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

    Postagens relacionadas