Quantidade de leitores do nosso Feed

Receba nossas novidades digitando e cadastrando seu e-mail:


1 usuário navegando nesta página. Usuários: , 1 visitante,

De que ponto o sacrifício é meritório?

Jovem modelo sulafricana compartilha na internet sua “barriga negativa”

Barriga negativa é a última loucura na busca do ‘corpo perfeito’

Ter tanquinho já não basta. A última loucura fitness, agora, é a barriga negativa.
O que vem a ser: um abdome com curvatura invertida. Nesse corpo, os ossos do quadril e das costelas são mais proeminentes que a barriga.
O estilo ganhou fama e gerou debate quando a modelo sul-africana Candice Swanepoel, 24, publicou uma foto na internet exibindo orgulhosamente sua não barriga.
Candice foi criticada por fazer apologia da magreza extrema. Mas já há na internet fórmulas com dieta e exercícios para quem sonha em ter um buraco no centro do corpo igual ao da modelo.
“Não tem como inverter a curvatura do músculo. Para ter uma barriga côncava, a pessoa precisa perder, além de gordura, massa magra”, afirma o fisiologista do exercício Turíbio Leite de Barros, da Unifesp.
Na opinião do educador físico Saturno de Almeida, é uma estética na contramão da saúde. “Barriga negativa, para mim, é anorexia.”

Fonte: Jornalista Iara Biderman, do caderno Equilíbrio e Saúde, da Folha de São Paulo, em 11/12/2012.

————————————-REFLEXÕES———

Enquanto o Brasil é campeão de desperdício alimentar; enquanto dezenove milhões de brasileiros deixam de se alimentar diariamente, ficando com um “estômago negativo”, sem que supram a necessidade básica de se alimentar para viver, com um mínimo de dignidade, eis uma notícia que pode se tornar mais um modismo: o sacrifício de obter a “barriga negativa”.
Que a juventude (bem como os pais) e todos aqueles obcecados pela “forma perfeita” busquem os profissionais de saúde para se conscientizar dos riscos dessa busca, antes de confiarem em dietas espalhadas na internet. A saúde (em todos os níveis do ser) deve estar em primeiro lugar. Mas, se o narcisismo vencer e se espalhar, torçamos que seus adeptos possam doar, sistematicamente a ONGs sérias, os alimentos de que estarão abrindo mão.
Dizem os Espíritos que todo sacrifício pessoal é meritório, quando feito para o bem, que extrapole a si próprio, ou seja, quando estamos agindo em favor de uma causa maior que nós mesmos. Fazer reeducação alimentar visando aumentar a própria qualidade de vida, cuidando bem do corpo, estendendo a permanência da encarnação e obter bem-estar e saúde física é também fazer o bem, ser grato à Fonte da Vida pelo instrumento físico que é o templo do Espírito. Fora disto, é o velho egoísmo em ação. Acima, o texto do UOL, contém grifos meus.

Candice, modelo da Victoria’s Secret, começou a trabalhar aos 15 anos. Esta imagem é anterior à foto da “barriga negativa”.

Quais são os valores que devem nortear a todos nós (não apenas aos jovens)?

    This entry was posted in Reflexões and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink. 22.744 visualizações.

    2 Responses to De que ponto o sacrifício é meritório?

    1. Eugênia says:

      Legenda
      =======

      barriga côncava |(

      barriga convexa |)

      tanquinho ||

      Janio,
      É possível, e provável, que muitos de nós exageremos ainda, em um ou outro sentido, por falta ou por excesso -ambos prejudiciais à nossa saúde.
      Grata pelo post.
      Feliz Natal,
      E.

      • Janio says:

        Gênia-Eu, ou melhor, Vc,

        Legal ver como os caracteres de um teclado pode criar abdomens…rsrrs
        Como dizem os budistas, o melhor caminho é o do meio. E acrescento: em tudo em que fosse me exceder, que eu repasse para quem está sem. É a energia da caridade, no melhor dos sentidos.
        Gracias.
        Feliz Natal!!!
        Abs,

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

    Postagens relacionadas