Quantidade de leitores do nosso Feed

Receba nossas novidades digitando e cadastrando seu e-mail:


1 usuário navegando nesta página. Usuários: , 1 visitante,

Página 1 de 170123456789...Última »

Reunião de 26/março

9841b09178Em setembro do ano passado, a Organização Mundial de Saúde divulgou um relatório que mostrou o suicídio como uma questão de saúde pública. Pelo fato de o Brasil ter atingido o quarto lugar no ranking de cometimentos de suicídio, o Paz e Bem trouxe o médico especialista Fábio Gomes de Matos que discorreu sobre o tema “Suicídio: como preveni-lo”, em dezembro último.

Nessa próxima quinta-feira, dia 26/3, às 20h, será a vez de nosso irmão Tom Trajano abordar o tema “Suicídio na visão espírita“.

Em que o conhecimento da Doutrina Espírita pode ajudar no amor à vida, independentemente, das dificuldades que ora se atravessa??? O que revelam os espíritos que saíram da existência pelas portas do suicídio??? Quais as orientações dos espíritos evoluídos acerca desse ato que finaliza a vida do corpo mas não evita do Espírito continuar vivo?? Traga seu questionamento, sua dúvida, porque teremos um espaço para responder a dúvidas. Se preferir, pode trazê-la escrita e entregar na recepção.

    Postado em Palestras | 2 Comentários | 139 visualizações

    Excelente livro!!!

    imagePara quem quer se aprofundar no postulado espírita “Pluralidade dos Mundos Habitados”, recomendo com prazer o livro “UNIVERSO PROFUNDO” (2003), 276 páginas, em 3ª edição revista e ampliada (nov/2011) e que traz como subtítulo “Seres Inteligentes e Luzes no Céu“, lançado pela Lúmen Editorial e escrito por Pedro de Campos (1950- ), sob inspirada instrução do Espírito Erasto. Com argumentos lógicos, racionais e científicos, o autor expõe com clareza os fundamentos da Doutrina Espírita quanto à vida inteligente nas profundezas do Cosmos. Pedro conheceu o Espiritismo aos 13 anos de idade, desenvolveu as mediunidades intuitiva e inspirada e tornou-se um pensador da Doutrina Espírita. O livro não pretende incentivar o espírita a ser ufólogo, nem em converter o ufólogo em espírita, mas trata de mostrar “Uma Visão Espírita da Ufologia“. Simpatizo muito com essa intenção de não converter ninguém a nada. Aprendemos com o método kardequiano que não devemos converter ninguém ao Espiritismo. O que ocorre é o autoconvencimento, quando as ideias espíritas ecoam na cabeça e no coração de quem entra em contato com o Espiritismo através de leitura e estudo sérios.

    Pedro de Campos inicia a exposição de suas ideias, a partir de 1947, quando houve o registro militar da presença de objetos voadores não identificados, durante o dia, nos céus dos EUA. Depois, recua para priscas eras em que há registros da presença extraterrestre no período Neolítico, na Bíblia e depois chega no Espiritismo, onde o raciocínio do codificador Allan Kardec e as revelações dos Espíritos são constantemente citados – ver “O Livro dos Espíritos“, questões 57, 58, 181, 182, 186, 187, nota de rodapé da 188, 223, 224, 232, 282, 397, 448, 601, 846, 985 ; “O Evangelho Segundo o Espiritismo“, Cap. III, 9; “A Gênese“, itens 56, 60 e 61; “Revista Espírita” de fev/1858, mar/1858, jun/1850 e Continue lendo

      Postado em livros | Seja o(a) primeiro(a) a comentar | 50 visualizações

      Reunião especial no feriado

      Na próxima quinta-feira, feriado em Fortaleza, dia 19/março/2015, teremos reunião normalmente.

      O tema será “Conhecer o Antigo Testamento para melhor compreender os ensinos de Jesus“, com a especial convidada Irmã Aila Pinheiro.

      Filósofa pela UECE, doutora em Teologia e membro do grupo de religiosas do Instituto Nova Jerusalém, em Fortaleza-CE, Irmã Aila participa de eventos ecumênicos, inclusive com o palestrante espírita Haroldo Dutra Dias.

      image

        Postado em Palestras | Seja o(a) primeiro(a) a comentar | 156 visualizações

        Tema de quinta-feira 12/3

        brilhe-vossa-luz-andr-luiz-16-728

        “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.”

        A passagem acima foi relatada por Mateus (5:16) e servirá de base para o tema da próxima quinta-feira 12/março, às 20h: “BRILHE A VOSSA LUZ!, que ficará a cargo de Têca Barbosa.

          Postado em Palestras | Seja o(a) primeiro(a) a comentar | 150 visualizações

          Tema de quinta 5/março

          EficaciaDaPrece2Em que momentos da existência se faz importante fazermos uma prece? O que podemos obter através da oração? E a prece intercessória – em favor de outras pessoas e de desencarnados – como funciona?

          Nessa próxima quinta-feira, 5/março, às 20h, CLIDENOR SOUSA falará sobre PRECE EM FAVOR DE SI, DAS OUTRAS PESSOAS E DOS DESENCARNADOS“.

            Postado em Palestras | 4 Comentários | 196 visualizações

            Tema de quinta 26/fev

            Pace“Paz e Bem” é uma saudação que Francesco de Assisi, o querido santo Francisco de Assis, utilizou e recomendou aos frades que lhe acompanhavam. Para os franciscanos, saudar alguém com “Paz e Bem” é o mesmo que dizer: ‘O Amor Divino que trago em meu Ser reconheço nos outros e no mundo e, por causa d’Ele, devemos viver a caridade – o Bem – entre nós.

            Essa expressão franciscana inspirou a escolha do nome de nosso grupo espírita. Nesta quinta-feira, 26/fev/2015, às 20h, teremos uma especial palestra – “PAZ E BEM segundo Francisco de Assis“, com o convidado JOÃO MARTINS.

            A saudação franciscana de “Paz e Bem” tem sua origem na descoberta e na vocação do envio dos discípulos, que São Francisco descobriu no Evangelho e, que ele colocou na Regra dos Frades Menores – “o modo de ir pelo mundo”. Lucas (10,5) fala na saudação “A paz esteja nesta casa”, e Francisco acrescenta que a saudação deve ser dada a todas as pessoas que os frades encontrarem pelo caminho: “O Senhor vos dê a paz”.

            No seu Testamento, Francisco revela que recebeu do Senhor mesmo esta saudação. Portanto, ela faz parte de sua inspiração original de vida: anunciar a paz.

            - See more at: http://www.franciscanos.org.br/?page_id=3128#sthash.glyq0hYE.dpuf

            A saudação franciscana de “Paz e Bem” tem sua origem na descoberta e na vocação do envio dos discípulos, que São Francisco descobriu no Evangelho e, que ele colocou na Regra dos Frades Menores – “o modo de ir pelo mundo”. Lucas (10,5) fala na saudação “A paz esteja nesta casa”, e Francisco acrescenta que a saudação deve ser dada a todas as pessoas que os frades encontrarem pelo caminho: “O Senhor vos dê a paz”.

            No seu Testamento, Francisco revela que recebeu do Senhor mesmo esta saudação. Portanto, ela faz parte de sua inspiração original de vida: anunciar a paz.

            - See more at: http://www.franciscanos.org.br/?page_id=3128#sthash.glyq0hYE.dpuf

            A saudação franciscana de “Paz e Bem” tem sua origem na descoberta e na vocação do envio dos discípulos, que São Francisco descobriu no Evangelho e, que ele colocou na Regra dos Frades Menores – “o modo de ir pelo mundo”. Lucas (10,5) fala na saudação “A paz esteja nesta casa”, e Francisco acrescenta que a saudação deve ser dada a todas as pessoas que os frades encontrarem pelo caminho: “O Senhor vos dê a paz”.

            No seu Testamento, Francisco revela que recebeu do Senhor mesmo esta saudação. Portanto, ela faz parte de sua inspiração original de vida: anunciar a paz.

            - See more at: http://www.franciscanos.org.br/?page_id=3128#sthash.glyq0hYE.dpuf

            A saudação franciscana de “Paz e Bem” tem sua origem na descoberta e na vocação do envio dos discípulos, que São Francisco descobriu no Evangelho e, que ele colocou na Regra dos Frades Menores – “o modo de ir pelo mundo”. Lucas (10,5) fala na saudação “A paz esteja nesta casa”, e Francisco acrescenta que a saudação deve ser dada a todas as pessoas que os frades encontrarem pelo caminho: “O Senhor vos dê a paz”.

            No seu Testamento, Francisco revela que recebeu do Senhor mesmo esta saudação. Portanto, ela faz parte de sua inspiração original de vida: anunciar a paz.

            - See more at: http://www.franciscanos.org.br/?page_id=3128#sthash.glyq0hYE.dpuf

            A saudação franciscana de “Paz e Bem” tem sua origem na descoberta e na vocação do envio dos discípulos, que São Francisco descobriu no Evangelho e, que ele colocou na Regra dos Frades Menores – “o modo de ir pelo mundo”. Lucas (10,5) fala na saudação “A paz esteja nesta casa”, e Francisco acrescenta que a saudação deve ser dada a todas as pessoas que os frades encontrarem pelo caminho: “O Senhor vos dê a paz”.

            No seu Testamento, Francisco revela que recebeu do Senhor mesmo esta saudação. Portanto, ela faz parte de sua inspiração original de vida: anunciar a paz.

            - See more at: http://www.franciscanos.org.br/?page_id=3128#sthash.glyq0hYE.dpuf

            A saudação franciscana de “Paz e Bem” tem sua origem na descoberta e na vocação do envio dos discípulos, que São Francisco descobriu no Evangelho e, que ele colocou na Regra dos Frades Menores – “o modo de ir pelo mundo”. Lucas (10,5) fala na saudação “A paz esteja nesta casa”, e Francisco acrescenta que a saudação deve ser dada a todas as pessoas que os frades encontrarem pelo caminho: “O Senhor vos dê a paz”.

            No seu Testamento, Francisco revela que recebeu do Senhor mesmo esta saudação. Portanto, ela faz parte de sua inspiração original de vida: anunciar a paz.

            - See more at: http://www.franciscanos.org.br/?page_id=3128#sthash.glyq0hYE.dpuf

              Postado em Palestras | 2 Comentários | 232 visualizações

              Dica de filme

              Assistam e tirem suas conclusões!

                Postado em Dica de filme | 2 Comentários | 330 visualizações

                Página 1 de 170123456789...Última »